segunda-feira, 21 de dezembro de 2015

Dragon Ball Super é o anime mais popular de 2015, segundo o site newswise! Em segundo lugar temos One Piece, seguido de One Puch Man. Naruto ficou em quarto!

Mesmos com diversas críticas em relação a animação e enredo, DBS foi eleito o anime mais popular do ano. Muito disto é consequência de uma expectativa de 18 anos desde o fim de episódios semanais pela franquia. 

Classificação completa:
1° Dragon Ball Super
2° One Piece
3° One Puch Man
4° Naruto
5° Fairy Tail
6° Ataque dos titãs
7° Gitama
8° Noragami Agaroto
9° Durarara
10° Ansatsu Kyoushitsu



sexta-feira, 30 de outubro de 2015

Quem já ficou empolgado com a notícia? Dragon Ball contará com um novo filme. Esse será o terceiro filme da trilogia, que já teve os dois primeiros filmes "Dragon Ball Z: A Batalha dos Deuses" e o "Dragon Ball Z: O Renascimento de F".

A notícia foi CONFIRMADA por Tadayoshi Yamamuro e Norihiro Hayashida, nomes já conhecidos na produção de filmes na franquia Dragon Ball. Essas notícias foram retiradas de uma entrevista no evento "XXI Salón del manga" de Barcelona.


Mais informações em BREVE! 


FONTE: ramenparados

sexta-feira, 2 de outubro de 2015

Goku vs Bills? Começo do Arco "Renascimento de F"? Jako? Saiu no Japão o título dos próximos episódios em Dragon Ball Super! Confira a lista:


Títulos dos episódios número 13 ao 20!


Episódio Nº 13 - 04 de Outubro 

A super batalha dos deuses Goku Super Saiyajin Deus e Bills fica ainda mais intensa!

Episódio Nº 14 - 11 de Outubro

Durante sua batalha com Bills, uma mudança inesperada acontece com Goku, uma mudança inesperada com o Deus Super Saiyajin!? 

Episódio Nº 15 - 18 de Outubro

A batalha contra Bills acaba, Satan recebe um terrível visitante!? 

Episódio N° 16 - 25 de Outubro

Kuririn visita Goku. Seu pedido inesperado é!?

Episódio N° 17 - 01 de novembro 

Algum tempo se passou na Terra. A filha de Gohan e Videl finalmente nasceu!

Episódio N° 18 - 08 de novembro

Goku sai da Terra e começa a treinar sobre o comendo de Whis. O seu método de treinamento é surpreendente!?

Episódio N° 19 - 15 de novembro 

Goku joga-se em treinamento com Whis. Enquanto isso no inferno, "você sabe quem" sofre intenso tormento.

Episódio N° 20 - 22 de novembro

Uma ameaça sem precedentes se aproxima da terra! Um velho amigo vem visitar Bulma!?

Dragon Ball Super | Análise Episódio 12


O episódio 12 trouxe o clímax da batalha dos deuses e o ''Z'' parece estar definitivamente voltando a saga. Havia um pequeno ''erro'' no filme, pois, na saga Boo, Goku SJJ 3 e Kid Boo tiveram de lutar no planeta supremo por conta da terra não aguentar os impactos de uma luta de tamanhas proporções, já no filme vemos duas divindades lutando na terra e não ocorrem danos graves a mesma. Dessa vez, para alterar esse pequeno equívoco, apenas a parte inicial da luta, em que os dois ainda estavam lutando meio que na brincadeira, foi na terra, todo o resto aconteceu no espaço, tendo todo o universo sentido os impactos desse embate. Muitos criticas ocorreram por conta de um planeta tão distante ter sido destruído por causa do impacto da luta, já a terra, tão próxima, sofreu poucos dano. Esse fenômeno é explicado pelo DaiKaioshin, quanto mais longe o planeta, pior será o impacto, isso vai contra as leis da física, mas Dragon Ball é um anime e não precisa seguir a risca todas as leis do nosso universo. A luta foi muito boa, porém eu esperava mais da coreografia de batalha, ela acabou se resumindo a alguns impactos de socos e uma pequena cena de combate rápido, o que, para mim, foi um pouco decepcionante, a minha expectativa era alta por conta dos episódios anteriores. A cena dos dragões de ki não faz muito sentido, contudo foi bastante épica e com certeza já merece entrar no hall de melhores cenas da franquia. Outro ponto interessante é sobre o poder do Super Saiyajin Deus, ele parece ser mais poderoso em relação ao do filme, mas vamos esperar o desfecho da luta para dar opiniões mais concisas sobre isso. A Batalha dos Deuses terminará semana que vem e o renascimento de Freeza começara a se desenrolar!

Texto - Nicholas Lara


domingo, 20 de setembro de 2015

Dragon Ball Super | Análise Episódio 11


Se ainda existia algum resquício de ''tédio'' em relação a assistir novamente a Batalha dos Deuses, isso com certeza acabou por completo no episódio dessa semana. Muitos consideraram ''morna'' a batalha entre os deuses no filme, já no anime esse confronto se iniciou muito bem e está ficando cada vez mais sensacional. Esqueçamos por completo o maldito quinto episódio, as batalhas do novo anime estão sim sendo muito bem animadas. A ação está rolando solta, os golpes estão mais explícitos e a comédia da um toque especial a essa nova fase. A transformação de Deus Super Saiyajin está mais imponente, apesar de simples, a aura vermelha que lembra chamas da uma imponência tremenda a transformação. Tivemos novamente o kamehameha do Super Saiyajin Deus, mas dessa vez em um ponto decisivo da luta, algo que realmente faltou no filme. A cena em que Goku parecia ter havido perdido a luta foi esplendida, pois após uma reflexão sobre suas motivações juntamente com uma empolgação do Vegeta ao ver o nível ao qual seu eterno rival havia alcançado, ele teve um momento de superação e liberou todos os poderes do Deus Super Saiyajin. Agora a luta vai ser realmente para valer, estou ansioso, esse arco teve seus baixos, todavia o seu climax está épico!

Texto - Nicholas Lara




quarta-feira, 16 de setembro de 2015

Dragon Ball Super | Análise Episódio 10


O episódio 10 de Dragon Ball Super marca finalmente o inicio do confronto entre Goku e Bills. Há uma diferença gritante em relação as atitudes do Goku ao se transformar em Deus se formos comparar o anime ao filme. No filme o nosso querido protagonista deixa transparecer seu orgulho e não se empolga ao atingir o nível de divindade, para ele, mesmo que o destino da terra estivesse em jogo, aquela luta não fazia muito sentido, pois ele não alcançara a posição de divindade de maneira individual, e sim com a ajuda de seus amigos. Esse foi um ponto bastante interessante do filme, pois mostra uma evolução psicológica do personagem do Goku, que não foi trazido, pelo menos até agora, para o anime. Em Dragon Ball Super o Goku se empolga ao atingir o nível de divindade e há uma sequencia de cenas engraçadíssimas em que ele fica testando seus novos poderes e se impressiona com sua evolução. Ele chega até a desferir um Kamehameha no modo Deus, algo inédito até então. Já a batalha de Deuses em si está bastante divertida e bem mais dinâmica que a do filme, mas isso já era o esperado, pois no anime há mais tempo para o desenvolvimento desse conflito. Todavia, para quem analisa um pouco mais a fundo, logo percebe que essa batalha entre divindades, apesar de já ser um clássico dentro da franquia, não passa muito de uma brincadeira entre Goku e Bills. Bills, ainda que seja um Deus da Destruição, tem uma personalidade brincalhona e que bateu de frente com a personalidade infantil do Goku. Com isso o conflito desse episódio ficou parecendo mais uma brincadeira de lutinha entre dois melhores amigos. Agora é esperar para ver se essa luta tomará um rumo mais sério, ou se o lado cômico ainda irá perdurar!

Texto - Nicholas Lara


domingo, 6 de setembro de 2015

Dragon Ball Super | Análise Episódio 09


O episódio 9, exceto por 2 pontos bem interessantes, isso para não dizer ''bizarros'', foi praticamente idêntico ao que já foi visto no filme da Batalha dos Deuses. Shen Long é invocado para dar informações sobre o Super Saiyajin Deus, conta a lenda, se assusta com Bills e sai correndo, assim como já esperávamos. O ponto diferente foi o fato da Lenda do Super Saiyajin Deus estar presente nas antigas histórias Namek. Isso é intrigante porque, até onde sabemos, Nameks e Saiyajins não possuem nenhum tipo de ligação. Talvez isso queira dizer que os Nameks possuem informações privilegiadas de várias raças do universo, mas acho que isso é um tema que dificilmente será explorado. Outro ponto idêntico ao filme é acerca do problema de existirem menos Saiyajins do que o necessário para se realizar o ritual de Deus Saiyajin. No filme Bulma menciona o irmão do Vegeta, Tarble, porém dessa vez ele não foi mencionado, o que é bem triste, pois isso quer dizer que ele provavelmente não é canonico, já que como os filmes foram desconsiderados, a Ova ''O Retorno de Goku e seus Amigos'' também foi. Uma lástima, espero ainda poder vê-lo em Dragon Ball Super. Agora vamos aos 2 pontos intrigantes do episódio. Videl participa do ritual de Deus Super Saiyajin porque ela está grávida de Gohan, até ai tudo bem, porém, para a surpresa de geral, ela se transforma em Super Saiyajin!! Isso, se pararmos para pensar, é um momento histórico na franquia porque nunca antes uma mulher havia chegado a esse nível, exceto em jogos. Todavia, isso é um tanto bizarro, pois ela é humana. O que eu consigo pensar para justificar tal coisa é que, por estar grávida de um ser com genes saiyajins e participar do ritual, as energias de todos ali presentes se dividiram igualmente e a energia do feto se canalizou na mãe e o Super Saiyjin acabou se manifestando mesmo ela sendo humana. É capaz de termos tido também um feto Super Saiyajin, mas isso é assunto para outra hora. O outro ponto interessante foi o fato da transformação ter sido extremamente mais dramática, com uma trilha sonora épica e com direito a manifestações da natureza ao redor. Ficou extremamente imponente, realmente esse ritual foi Digno do nascimento de uma divindade, outro ponto em que o Super se superou. No próximo episódio teremos Goku contra Bills e pelos teasers essa luta vai destoar do filme porque o mesmo já trouxe o Goku desferindo um Kamehameha no modo Deus, algo que o filme não nos trouxe. Agora é torcer para essa luta ser ainda melhor do que a que já conhecemos!

Texto - Nicholas Lara



segunda-feira, 31 de agosto de 2015

Dragon Ball Super | Análise Episódio 08


A primeira consideração a se fazer acerca do episódio 8 é: a animação está espetacular. Eu realmente fiquei impressionado com a qualidade do episódio, ele é comparável aos episódios 1 e 2 que, até o momento, haviam sido disparadamente os mais bonitos. Agora, sem mais enrolação, vamos discutir o que mais interessa, o enredo. Alguns fãs disseram que no filme da Batalha dos deuses o Vegeta apenas havia conseguido acertar o Bills porque o Deus da destruição queria ver se aquela transformação era a de Super Saiyajin Deus, porém essa premissa não é mais nem discutível. Vegeta com seu poder máximo conseguiu sim dar alguns golpes em Bills. Em alguns momentos Bills se assustou com tamanha habilidade que o príncipe dos saiyajins possui, chegando até mesmo a dizer que ele precisou usar 1/10 de seu poder e que nem Goku havia chegado tão longe, ou seja, no ponto em que estamos, antes do Super Saiyajin Deus, Vegeta superou Goku. Já o humor do episódio ficou por conta de um embate entre Bills e Oolong, pois é, de vez em quando o Tio Akira explora alguns personagens secundários. Os dois disputaram um engraçadíssimo Jokenpo que decidiria se a terra seria ou não destruída. Talvez alguns fãs não saibam, mas essa cena também ocorreu no filme, contudo foi cortada e somente pode ser vista na versão estendida. Algo que me chamou atenção foi o momento em que Bills finalmente iria destruir a terra, a expressão de panico dos guerreiros Z foi marcante, se assemelhando a quando eles enfrentavam grandes adversidades na saga Z. Todavia, no fim, para variar, Goku chega no último segundo para salvar a galera. Super Saiyajin God já vai dar as caras no próximo episódio e espero que, se tiver luta, a animação dessa vez seja boa, seguindo o padrão dos últimos capítulos. Ps: Para a sorte de Vegeta o Oolong perdeu no pedra-papel-tesoura. Caso tivesse ganho, Bulma teria de dar o que ele quisesse *aquela carinha*. É, né, a saga clássica já terminou faz tempo, contudo Dragon Ball sempre vai ser Dragon Ball e a zueira é inerente.

Texto: Nicolas Lara


segunda-feira, 24 de agosto de 2015

Analisando o mangá Dragon Ball Super Capítulo 03


Creio que já deu para notar que o mangá, se comparado ao anime, é tremendamente mais rápido e corta muito as cenas de comédia, sendo sempre mais objetivo e indo direto para a ação. O terceiro capítulo mostra o embate dos guerreiros Z contra Bills, porém sem nenhuma introdução entre os mesmos, como é visto no anime. Quando vemos Bills na terra ele já está em combate com os guerreiros Z e todos estão perdendo. O interessante, em diferença com a animação, é o fato de Gotenks estar no modo de Super Saiyajin 3, o que indica que ele, diferentemente do anime, lutou para valer com o Deus da Destruição. Em paralelo a isso temos novamente Champa e sua ajudante planejando algo que agora sabemos que envolve as esferas do dragão. Os mesmos são descobertos pelos Kaioshins e vão até o planeta supremo por alguns instantes. Ao que parece eles não estão em busca das esferas da terra, e sim as de Namek, porém isso ainda é uma especulação do Kibitoshin e está para ser confirmado. Ao fim do capítulo temos a famosa cena ''Minha Bulma'' que, independentemente se é retratada em filme, mangá ou anime, é épica e vai ficar para sempre como um dos melhores momentos do príncipe dos Saiyajins.

Texto: Nicolas Lara




Dragon Ball Super | Análise Episódio 07


Seguindo os bons ares do sexto episódio o capítulo dessa semana continuou excelente e cada vez mais a prova de que Dragon Ball ainda consegue agradar vai se consolidando. No duro esse episódio tratou basicamente da luta dos guerreiros Z contra Bills, mas para não dizer que ocorreram somente batalhas, Deus Yamcha mitou mais uma vez em uma cena engraçadíssima envolvendo Kuririn e Maroon. É, acho que o lobo do deserto já pode começar a carreira no Stand Up comedy, com certeza se dará melhor do que como lutador, amenos que algum saibaman exploda de tanto rir dele. Algo que me incomodou bastante foi o fato de que os guerreiros Z, de inicio, não pareceram se amedrontar tanto mesmo com o fato de Bills estar vencendo facilmente Majin Boo, que um ano antes metia o pavor em todos os nossos heróis. Todavia, isso deve ter ocorrido devido ao fato de seres normais não poderem sentir o Ki de divindades, os únicos que sabiam do poder estrondoso de Bills eram Vegeta e posteriormente Dende, que também é uma divindade. Tivemos boas cenas de ação envolvendo guerreiros Z secundários como Piccolo, Tenshinhan e Android 18. O fato do Boo ter lutado bastante também foi uma diferença bacana em relação ao filme, mostrando que o personagem é tremendamente instável e age por impulso. Gohan, em comparação com o filme, foi bastante vergonhoso, o mesmo deveria ser o guerreiro Z mais poderoso, porém foi o que menos deu trabalho ao Bills além de ter sido um dos últimos a entrar em combate. Tivemos também o novo uniforme de batalha do Goten que é a roupa clássica que já conhecemos, porém sem as mangas longas. A cena de Bills com Gotenks foi bastante engraçada, contudo seria mais interessante se ele tivesse se transformado em Super Saiyajin 3(assim como no mangá), creio que se isso tivesse ocorrido poderíamos ter uma bela cena de batalha. Para fechar o episódio tivemos um novo ''MINHA BUUUULMA!!'' que, apesar de nova, já é uma das melhores e mais famosas cenas da franquia. Pessoalmente, apesar de eu ter adorado a cena no filme, a do anime ficou extremamente mais intensa e a transformação do Vegeta foi INSANA, conseguiram dar um foco ainda maior na raiva que o personagem sentiu. Agora é esperar ansioso para ver Vegeta contra Bills!!

Texto: Nicolas Lara




Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...