sexta-feira, 22 de julho de 2016

Um dos elementos que com certeza os fãs mais estranham e reclamam nos mais modernos lançamentos de Dragon Ball é o sumiço do sangue e de batalhas mais brutais. 


E isso não é para menos, o mangá e anime de Dragon Ball, principalmente na saga Z, nunca puderam ser considerados dos mais ''lights''. Aliás, é muito pelo contrário, os mesmos são recheados de cenas violentas. As batalhas sempre foram empolgantes e não raro os participantes recebiam danos tão graves que os levavam a sangrar sem parar, perder membros, ter buracos abertos no corpo e etc. Todavia, quem está acompanhando DBS vê que a coisa já não anda mais bem por aí. Apesar de já termos tido a oportunidade de presenciar batalhas que literalmente tremeram todo o universo, tudo parece estar menos violento. 

Freeza sendo cortado ao meio por ser próprio ataque.
Os personagens parecem não se machucar mais tanto, as roupas são menos danificadas e é praticamente impossível ver uma gotinha de sangue sequer. Isso descaracteriza um pouco as batalhas com as quais já estávamos acostumados, todavia esse novo comportamento dos produtores tem algumas justificativas. Uma delas é a de que, nos tempos de hoje, a censura com violência está muito mais rígida. Dragon Ball é um anime destinado ao público infantil e jovem, tendo sua censura sido catalogada como 10 anos. Dessa forma, não é mais possível presenciarmos lutas com níveis tão altos de brutalidade. Estamos em outros tempos e se um anime quiser abraçar cenas mais fortes, terá sua censura alterada, o que restringirá o público e irá ser transmitido em um horário mais adequado, que com certeza não é as 9 da manhã de domingo, como ocorre com Dragon Ball. Outro motivo bastante forte para isso ocorrer é o próprio autor, Akira Toriyama. Nosso grande mestre já declarou que está em uma idade mais avançada e sua cabeça ao longo desse tempo mudou. O mesmo diz não querer mais tanta violência em sua obra, pois esse tipo de característica já não o é mais tão atrativa. Sendo assim, é obvio que ainda teremos grandes lutas na série, porém devemos esquecer um pouco a grande violência com a qual já estávamos acostumados, pois o Dragon Ball pode ser o mesmo, mas os tempos já são outros.

*Dragon Ball Z: A Batalha dos Deuses foi classificado como 10 anos nos cinemas brasileiros. Já Dragon Ball Z: O renascimento de F, foi classificado como Livre.

- Nicholas Lara
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...